Blog Anos 70

Tudo sobre os anos 70, TV, música, fatos e curiosidades de época.

Super heróis antigos

Hum anos 80. Quem passou pela juventude sem gostar de algum destes super heróis antigos? Bem acho que dificilmente passamos por ela sem nos fascinarmos com a hipótese de ter super poderes e fazer coisas extraordinárias. Eu mesmo fui e sou um dos milhares de aficionados a histórias em quadrinhos que se tornaram filmes.
Passei boa parde dos anos 80 vendo na TV seriados dos  mais variados.  Sendo que gostava mais dos de super heróis antigos. Abaixo cito três dos meus favoritos. Começando pelo super homem, passando pelo Lanterna Verde e finalizando com o Incrível Hulk. Para mim os melhores filmes antigos de aventura. Claro que não tivemos  o Lanterna Verde nas telas nos anos 70 ou 80, mas ele teria tudo para ser um dos filmes épicos antigos.

Super heróis antigos , os mais poderosos.

 Super Homem o Filme

Super heróis antigos Bem quando falo de Super Man sempre vou me lembrar de Christopher Reeve, pra mim o verdadeiro Super Homem. Seu primeiro filme foi em 1978. Na época com 6 anos não sabia que surgia ali um dos melhores filmes de super herois.  Só assisti ao filme já na adolescência, para nunca mais esquecer. Bem, o filme começa mostrando a destruição do planeta Krypton. Proibido de abandonar o planeta moribundo, Jor-El, o pai do bebê Kal-El, envia seu filho a um mundo distante chamado Terra, no qual ele poderá sobreviver ao fim de sua raça e onde terá superpoderes. O início do filme também mostra a condenação do General Zod e de seus asseclas, fato que determinará o segundo filme da série. Herois

Chegando à Terra, Kal-El é adotado por Johnatan Kent e sua esposa, Martha Kent, que o criam sem revelar seus superpoderes. Ao chegar a maioridade, o agora chamado Clark Kent perde seu pai, vítima de um infarto e decide partir em busca de sua origem. Guiado por cristais luminosos que encontrou na nave que o trouxe para a Terra, ele chega ao Ártico, onde um dos cristais é lançado no gelo e constrói a Fortaleza da Solidão.

Na fortaleza, Clark encontra um holograma com a memória e a personalidade de seu pai biológico, gerado por um computador. Ao lado desse simulacro, ele descobre sua origem e sua natureza. Após anos de preparação, ele está pronto para retornar à civilização e ajudar a Humanidade.

Estabelecendo-se na cidade de Metrópolis, ele se emprega como jornalista no Planeta Diário e conhece aquela que será sua eterna paixão: Lois Lane. Conhece também outros personagens clássicos dos quadrinhos como Jimmy Olsen e Lex Luthor, este após já ter se apresentado ao mundo uniformizado e ser conhecido como o Super-Homem.

Super heróis antigos Nesse ponto, o filme se aproxima do clímax quando Luthor revela ao Super-Homem que lançará mísseis nucleares para separar o Estado da Califórnia do resto dos Estados Unidos. Lançando-se como um foguete, Super-Homem consegue desviar um dos mísseis para o espaço, mas o outro atinge o solo e causa grande destruição. Em uma série de atitudes heróicas, e mostrando seus incríveis poderes, Super-Homem consegue salvar muitas vidas e conter os danos da explosão, mas não consegue salvar Lois da morte, soterrada em seu carro (morrendo por asfixia).

Super heróis antigos

Inconformado, Super-Homem ignora o aviso de seu pai sobre não interferir na história humana e voa ao redor da Terra à supervelocidade, o que força o planeta a girar em sentido inverso e faz o tempo voltar até antes do soterramento do carro de Lois, que está salva. Finalmente, Super-Homem entrega Luthor e seus comparsas às autoridades e o filme se encerra com uma bela imagem do Homem de Aço voando em órbita da Terra ao som da maravilhosa música de John Williams, quem viu não pode se esquecer desta cena.

Faltou o Lanterna Verde na TV.

Apesar de não ter visto na TV li muitos Gibis deste herói. Lanterna Verde, é um nome compartilhado por diversos super heróis antigos da DC Comics. Criado por Martin Nodell e Bill Finger, o Lanterna Verde original estreou em All-American Comics nº16 (1940). Reformulado como um novo super-herói com o mesmo nome nos anos 60, o personagem original ficou conhecido por Lanterna Verde Alan Scott e por um tempo adotou a identidade de Sentinela (Brasil). Ele faz jus a ser incluído com um dos melhores super heróis antigos.

Publicidade

Super heróis antigos

O Lanterna Verde atual foi lançado nos quadrinhos da década de 60, e também é conhecido como “O Lanterna Verde da Era de Prata”. Sua identidade era a de Hal Jordan, membro fundador da Liga da Justiça da América. Apesar do excelente trabalho do desenhista Gil Kane nesse período, era um personagem de super-heroi relativamente genérico até que em 1970 a DC resolveu emparelhá-lo com o Arqueiro Verde (Oliver “Ollie” Queen), em uma série de quadrinhos absolutamente inovadora e de cunho social. Essa época ajudou a consolidar o novo Lanterna Verde como um herói popular, apesar das séries subsequentes abordarem temas mais cósmicos.

Cada Lanterna Verde detém um anel de poder que pode gerar uma variedade de efeitos, sustentando-se apenas pela imaginação do portador do anel e pela sua força de vontade. Quanto maior a força de vontade do usuário, mais eficaz é o anel. Os limites superiores das habilidades do anel de poder permanecem indefinidos, e tem sido referida como “a arma mais poderosa do universo” em mais de uma ocasião. Também foi afirmado que cada arma tem um ponto fraco, e a fraqueza de um anel do Lanterna Verde é o seu portador (embora alguns argumentem que este é o seu forte).Super heróis antigos

Ao longo dos anos, os anéis foram mostrados capazes de realizar quase qualquer coisa dentro da imaginação do portador do anel. Em 2006, histórias em continuidade retroativa estabeleceram há muito tempo a ineficácia do anel sobre objetos amarelos, informando que o portador do Anel só precisa sentir medo, compreendê-lo e superá-lo, a fim de afetar objetos amarelos (no entanto, é uma habilidade aprendida e praticada, tornando-se uma fraqueza para alguns Lanternas Verdes), dando o crédito retroativo para a explicação da fraqueza real, mas superável do anel para o amarelo.

Felizmente atualmente foi lançado um filme do herói. Lógico que fui ao cinema conferir, cercado de jovens e crianças. Encontro de gerações que garante o futuro dos heróis.

Super heróis antigos: Hulk nos anos 80

Na história original dos quadrinhos, o Hulk é um selvagem e poderoso alter-ego do Dr. Robert Bruce Banner, um cientista que foi atingido por raios gama enquanto salvava um adolescente durante o teste militar de uma bomba por ele desenvolvida. Este adolescente, Rick Jones, tornou-se companheiro de Banner, ajudando-o a manter o Hulk sob controle e mantê-lo longe dos ataques dos militares, que viam a criatura como uma ameaça.

Ao invés de perecer pela radiação, o cientista foi condenado a uma vida compartilhada com o seu lado mais obscuro, o também chamado golias verde. Originalmente, a cor do personagem era cinza, mas, por problemas na hora da impressão dos quadrinhos (a gráfica não conseguia acertar a tonalidade), ele apareceu num tom esverdeado, fazendo com que o Hulk passasse a ser o “Gigante Esmeralda” que conhecemos desde o início.

Super heróis antigos

Outro fato interessante é que, nas primeiras histórias, a transformação de Banner em Hulk ocorria apenas à noite, como se isso fosse alguma maldição similar à dos lobisomens. Porém, em pouco tempo, Kirby e Lee chegaram a um acordo e o Hulk passou a surgir toda vez que o Dr. Banner ficava irritado e despertava em si seu lado mais selvagem.

Agora essa série eu via sempre, e quem da minha geração não via? O que mais me marcou foi a sensação de tristeza e solidão que o ator que interpretava Super heróis antigos David Banner (Bill Bixby) passava no inicio e no fim de cada episódio, sempre só, caminhando numa estrada com uma musica triste ao fundo. Sempre fugindo de si mesmo, evitava se envolver com as pessoas, carregava sua maldição com grande sofrimento, dos super heróis antigos  ele é o que mais sofria com seus poderes. Para ele eram um fardo.

Engraçado como os heróis sofrem com algum conflito pessoal. Geralmente estão querendo desfaçares, antídotos, ou mesmo se livrar de seus poderes por não se acharem dignos deles. Estes  super heróis antigos são mesmo complicados, não acham?

Durante as pesquisas encontrei no You Tube o episódio piloto da série, muito bom para os fãs ou qualquer um que se interesse veja, clique: Hulk para assistir.

Publicidade

Eli Braz

Olá me chamo Eli e nasci nos anos 70. Curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar e compartilhar os bons momentos e fatos que marcaram época. Espero ser útil a todos com minha pesquisa e escrita.

5 comentários em “Super heróis antigos

  1. Parabéns pelo excelente trabalho Eli.
    Era garoto e todas as tardes de domingo e durante a semana acompanhava com meus primos o Homem Aranha, MacGyver, o incrível Hulk, o Homem dos seis milhões de dólares, a mulher biônica, Super Máquina, Esquadrão Classe A e muitos outros além dos desenhos: He-Man, She-ra, Thundercats, Defensores da terra, Os bárbaros. Os seriados japoneses Jaspion, Changeman e Jiraya. Da saudades daquele tempo.
    Mais uma vez parabéns pelo excelente trabalho.

  2. quanta saudade tenho 47 anos e assisti todos e gostaria que pelo menos pudesse passar para essa garotada assistirem para que entende -se eramos felizes e não sabiamos hoje até os desenhos saem sangue incentivando a violência nada escapa na televisão então se tivesse de da uma nota seria um grande zero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo