Scroll Top

Assine GRÁTIS nossa Newsletter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Curiosidades

Quadros mais famosos nos anos 80

Olhar para crianças tristes é de cortar o coração, não é verdade? E os quadros das crianças tristes fazem parte de alguns dos quadros mais famosos nos anos 80.

A lenda por trás dos quadros mais famosos nos anos 80

Diz a lenda urbana que o motivo para os prantos das crianças destes quadros era o diabo. Na história da criação dos mesmos, entre os anos 70 e 80 um pintor italiano que se chamava nos quadros de Giovanni Bragolin, que seu nome real seria Bruno Amadio, teria pintado 27 telas de crianças chorando.

Quadros mais famosos nos anos 80

Fonte: Site Desocultando

Esta série acabou se tornando um verdadeiro sucesso, em vários lugares do mundo. Então surgiram boatos de que o artista tinha vendido a alma para fazer as pinturas. E que inclusive haviam acontecido inexplicáveis incêndios nas casas dos proprietários de pinturas. Uma das provas supostas seria visível para quem virasse o quadro de cabeça para baixo, onde apareceria uma mão demoníaca apertando o pescoço das crianças.

Quadros mais famosos nos anos 80

Andy Warhol também fazia sucesso com a sua arte nos anos 80.

Durante esta época o artista chamava a atenção de todo o mundo, fazendo críticas ao consumismo e a sociedade da época do consumo. O grande objetivo destes protestos era aproximar toda a arte com a vida comum, e falamos da pop arte.

A arte Pop começou nos anos 60 mas teve seu grande auge durante os anos 80. Tinha como uma principal inspiração trabalhos de designers famosos como Robert Rauschenberg, Roy Lichtenstein e Andy Warhol. Todos os artistas se utilizavam de recursos estéticos de publicidade e consumo como os temas de suas obras o que na maioria das vezes derivava de fontes para o consumo em massa.

Eram peças publicitárias, quadrinhos, imagens de celebridades, logomarcas, entre outras inspirações.

A  arte pop levava tudo em conta que o consumo era a verdadeira marca registrada naquele tempo. E fazia as devidas críticas a esta forma capitalista mas que ao mesmo tempo poderia ter um tom irônico em todos os seus questionamentos.

Warhol se utilizava de conceitos de publicidade nas suas obras, e se aproveitava de cores fortes, brilhantes e de tintas acrílicas sempre.

Bem espero sinceramente que tenham gostado do post.  Se gostam de curiosidades como esta sugiro um outro post  que fala  das revistas famosas dos anos 80. Abraços.

 

Sobre o autor | Website

Funcionário publico, historiador e blogueiro por paixão. Nascido nos anos 70 curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar os bons momentos e fatos que marcaram época.

Gostou do Conteúdo?

Assine GRÁTIS nossa Newslleter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

    Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
    entre em contato com o suporte.