Scroll Top

Assine GRÁTIS nossa Newsletter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Fatos

Pró-álcool anos 70

Você se lembra o pró-álcool? Um das primeiras coisas que vem a mente das gerações mais antigas quando falamos da década de 70 é o Governo militar. E muitas delas acabam se lembrando apenas do lado ruim do militarismo e não apenas do que o governo criou de bom naquele período.

Pró-álcool anos 70Dentre todas as ações, umas que foi bastante importante para o Brasil, foi a criação do Pró-álcool, um programa que tinha como principal objetivo com que o Brasil ficasse menos dependente do petróleo mundial.

O que foi o Pró-álcool? 

O pró-álcool é o Programa Nacional de Álcool que visava criar motores para carros que funcionasse com energias alternativas àquelas derivadas do petróleo. A ideia era fazer carros que funcionassem através do álcool. O mundo passava pela sua primeira crise de petróleo em 1973. O Brasil estava passando pelo “milagre econômico” naquela época. Por isso, os governantes estavam tentando diminuir o impacto da crise dentro do país.

O projeto teve como idealizadores os engenheiros Lamartine Navarro Júnior e Cícero Junqueria Franco acompanhados do empresário Maurílio Biagi. Os homens responsáveis pela criação do motor foram o físico José Walter Bautista Vidal e o engenheiro Urbano Ernesto Stumpf.

Porque a cana-de-açúcar?

pró-álcool

Foram feitos alguns testes com diferentes alimentos para determinar qual era o melhor alimento a se usar na produção de um combustível. A cana-de-açúcar foi a vencedora. O açúcar estava passando por uma queda nos preços e o álcool era uma alternativa viável para os produtores. Que além de tudo, estavam recebendo incentivo do governo. O Brasil foi o pais pioneiro na produção de um combustível alternativo para carros.

Porque não deu certo?

Infelizmente o programa acabou não indo para frente. O açúcar teve um aumento nos preços, o que fez com que os empresários achassem melhor voltar a produzir açúcar. Assim os postos ficaram sem o álcool como combustível. Assim as montadoras acharam melhor para de vender esse tipo de carro.

O álcool só voltou a ter um boom quando os EUA na década de 80 construiu o carro com motor flex. Que aceitava tanto gasolina quanto álcool ou a mistura dos dois.

O Pró-álcool foi uma ideia maravilhosa. Mas como não deu certo, acabou se tornando um dos fatores que fizeram com que a população começasse a ir contra o militarismo.

Agora como a maioria dos carros nacionais são em sua maioria Flex, podemos agradecer a iniciativa de se criar um combustível renovável como o álcool. E agora sabemos onde tudo começou.

Se gostaram do post ou tem algo a acrescentar use o campo abaixo e deixe seu recado.

Sobre o autor | Website

Funcionário publico, historiador e blogueiro por paixão. Nascido nos anos 70 curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar os bons momentos e fatos que marcaram época.

Gostou do Conteúdo?

Assine GRÁTIS nossa Newslleter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.