Politica nos anos 80

0
100
views
Politica nos anos 80

Aqui no Brasil a década de 80 ficou conhecida como a década perdida, tanto em seu ponto de vista econômico do crescimento e desenvolvimento, e acabou terminando em uma hiperinflação. Mas como a politica nos anos 80? Vamos relembrar um pouco sobre esta década.

Ainda no começo dos anos 80 o Brasil vivia a ditadura militar, em contrapartida o presidente Ernesto Geisel bem como seu sucessor João Batista Figueiredo acenavam para a abertura da política de forma lenta, gradual e segura para o país.

Politica nos anos 80 e a busca por eleições diretas

Ao longo da década de 80 a pressão por eleições acabou resultando em movimentos, o mais conhecido era chamado de “Diretas Já” que contou com um envolvimento de forma cívica em várias camadas da sociedade, o que contou com a participação de diversos intelectuais, artistas e pessoas ligadas as igrejas, partidos políticos entre personalidades políticas.

 Politica nos anos 80 Fatos

A grande bandeira do movimento era voltada a promoção do processo de redemocratização do país, o que possibilitou toda a participação da sociedade civil como um todo na escolha dos seus governantes. Apesar da diretas não ter o efeito que se esperava, mesmo que de forma indireta um presidente civil foi eleito Tancredo Neves. Assim a politica nos anos 80 ganhava novo folego. Pelo menos é o que se esperava.

Este, porém faleceu no ano de 1985 e não chegou a assumir o cargo para comandar a transição para a democracia, levando José Sarney, seu vice a assumir a presidência da república.

Quanto a economia tínhamos herdado altos índices de endividamento dos períodos e dos planos de desenvolvimento anteriores e enfrentávamos muitas dificuldades para a rolagem das dívidas por parte das instituições credoras.

Uma nova Constituição para o Brasil

Ainda durante os anos 80, na política se promulgou a Constituição de 1988 materializando assim o fim da ditadura militar. Aos poucos criou-se as condições para a recuperação de uma maior participação cívica dos processos eleitorais, e na primeira eleição direta após o regime militar, Fernando Collor de Melo, chegando ao poder.

Ao final da década de 80 nem o Brasil e nem o mundo eram os mesmos, acabou a guerra fria e desta forma o país começou a ganhar um corpo e um modelo neoliberal de governo. Nos anos seguintes, se ampliou o processo de abertura econômica, como resultado de uma política internacional, esta alinhada ao consenso de Washington tornando o marco fundamental da ordem mundial em aberto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here