Blog Anos 70

Tudo sobre os anos 70, TV, música, fatos e curiosidades de época.

O Gordo e o Magro, nós amamos eles!

Nossa geração teve o prazer de conviver com eles por muitos anos. Ainda na TV preto e branco, daquelas que para funcionar tinha que esquentar. Lembra? O Gordo e o Magro foi uma dupla de humoristas que nos fez rir sem nos preocupar com a censura.

Alegria para todas as idades. Programa de família.

Mesmo que seja uma série gravada antes da década de 70, acho muitíssimo importante escrever sobre ela aqui. Afinal quem de nossa geração não assistiu né?

O motivo de eu escolher falar sobre essa dupla de comediantes tão especial foi um post que fiz no instagram, @bloganos70 , em que várias pessoas além de curtirem o post fizeram muitos comentários alguns bem saudosos.

Fiquei muito feliz em saber quantas pessoas gostavam deles e se lembravam dos nomes dos atores.

Então vamos falar um pouco mais sobre eles?

O gordo e o magro. Laurel e Hardy
Imagem que publiquei no Instagram

Mas quem foram “O Gordo e o Magro”?

Antes de mais nada eram grandes amigos. Coisa rara na grande indústria cinematográfica moderna.

Os dois atuaram juntos por décadas iniciando sua parceria ainda durante o período do cinema mudo.

Trabalhando juntos entre os anos 1927–1955, período em que além de filmarem grandes sucessos ganharam um Oscar de melhor curta metragem em 1932.

O sucesso levou o Gordo e o Magro a atuarem em acampamentos militares para melhorar os ânimos das tropas que lutavam durante a 2ª Grande Guerra Mundial.

Existia na época nos Estados Unidos um órgão chamado USO ligado às forças armadas norte americanas que mantinha apresentações artíticas. Quer fossem peças teatrais, shows….

Vamos falar mais sobre as pessoas por trás dos personagens?

Oliver Hardy (O Gordo)

O Gordo e o Magro, nós amamos eles! | Blog Anos 70

Nascido em 1892 no Harlem – Los Angeles, desde os 13 anos de idade já demostrava talento para a vida artística. Apesar se sua mãe ter tentado com que ele estudasse direito.

Em 1910 Hardy começou a se apresentar como Oliver Norvell Hardy. E se encantou com a produção de filmes. Um amigo vendo seu interesse sugeriu que ele se mudasse para a Flórida onde estariam sendo feitos alguns filmes.

Ele sempre perseguiu seu sonho, começando a trabalhar nos bastidores dos sets de gravação durante o dia. A noite cantava em um cabaré.

Seu primeiro filme seria lançado em 1914 , ‘Outwitting Dad’, para a Lubin Studios. Depois disso atuou em ‘The Lucky Dog’, produzido por G.M. Foi onde conheceu um jovem ator britânico chamado Stan Laurel.

Foi a primeira vez que o Gordo e o Magro trabalharam juntos.

Durante sua carreira trabalhou com nomes como John Wayne, Charles Chaplin e Bing Crosby. Mas o sucesso e reconhecimento veio da parceria com Stan.

O resultado do trabalho deles nossa geração teve o privilégio de assistir, mesmo que em reprises apresentadas aqui no Brasil.

Publicidade

Stan Laurel (O Magro)

O Gordo e o Magro, nós amamos eles! | Blog Anos 70
Stan Laurel – 1920

Nascido em 16 de junho de 1890 em Santa Mônica – Califórnia. Atuou pela primeira vez aos 16 anos de idade no Britannia Panopticon, em Glasgow, Escócia.

Durante sua carreira atuou na mesma companhia teatral que Charles Chaplin. Inclusive chegou a substituir Chapiln na peça “Mumming Bird“.

Em sua vida pessoal destaca-se o fato de ele ter sido casado oito vezes, mas com quatro mulheres.

Dizia-se também nos bastidores que  Clint Eastwood seria seu filho, isso devido a semelhança física dos dois. Mesmo Eastwood negando isso vez ou outra o assunto voltava a tona.

Em 1954 sofreu um infarto. Mas o maior golpe para ele seria a morte de seu amigo de mais de 30 anos, Hardy. O que faria com que se afastasse definitivamente dos sets de gravação.

A morte de Oliver Hardy o afetou muito. Laurel que não conseguiu comparecer ao funeral do amigo por estar sofrendo demais. Era o fim de O Gordo e o Magro e de uma geração de ouro do humor.

Já recluso em seu apartamento em Santa Mônica, recebia a visita de outros comediantes à busca de orientações e inspiração. Dentre eles o iniciante Jerry Lewis.

Stan Laurel morreu de infarto em 23 de fevereiro de 1965 aos 74 anos.

A química entre os dois era indiscutível coisas que só uma amizade verdadeira podia fazer. Com a parceria dos atores Laurel e Hardy ou como eram chamados por aqui “O Gordo e o Magro” vários filmes foram feitos.

Mais do que isso uma escola de humor se criou. Concorda que eles foram gênios da sua arte?

O Gordo e o Magro, nós amamos eles! | Blog Anos 70
Laurel e Hardy

Confira a lista dos dez melhores filmes de o Gordo e o Magro:

  • Perdão Para Dois (Pardon Us – 1931);
  • Os Filhos do Deserto (Sons of The Desert – 1933);
  • Sossega Leão (Our Relations – 1936);
  • Paixonite Aguda (The Flying Deuces – 1939);
  • Dois Palermas em Oxford (A Chump at Oxford – 1939)

Curtas:

  • Um Marido Distraído (Hog Wild – 1930);
  • Ajudante Desastrado (Helpmates – 1932);
  • Entrega a Domicílio (The Music Box – 1932);
  • Dois Marceneiros Fora de Esquadro (Busy Bodies – 1933);
  • Limpa Chaminés (Dirty Work – 1933).
O Gordo e o Magro, nós amamos eles! | Blog Anos 70
Ícones de uma geração

Espero que tenham gostado do post. Sua opnião é importante para que possamos definir nossas pautas e gerir nosso conteúdo. Então participe, curta, compartilhe e comente o post. Abraço!

Publicidade

Eli Braz

Olá me chamo Eli e nasci nos anos 70. Curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar e compartilhar os bons momentos e fatos que marcaram época. Espero ser útil a todos com minha pesquisa e escrita.

2 comentários em “O Gordo e o Magro, nós amamos eles!

  1. Meu amigo, que post bacana…Em meio a tanto lixo que chamam de comédia atualmente (Basta pegar um microfone e falar um monte de asneira que batem palma), Laurel and Hardy são os caras que não precisavam falar nada…Era talento em cada centímetro. Tenho no pc e vejo sempre uma super coleção completa que vai desde o início até o final da carreira dos dois.
    Vi um filme atual que fizeram dos últimos anos de vida dos dois…bem bacana tbm, foi digno.

    Obrigado por me fazer lembrar da infância que foi nos anos 80 e mesmo assim foi recheada de Gordo e Magro, Chaplin, Batutinhas, etc etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo