Era do vinil.

Época que tínhamos valores diferentes.  O som do vinil na velha vitrola que meu pai comprou naqueles anos 80 deixou saudades. Realmente era um evento comprar mesmo com dificuldades os discos para ouvir enquanto ajudava minha mãe nas tarefas de casa. Tudo era diferente mais suave e sutil naqueles anos.Além da musica que era outra história.Vejam um breve histórico do vinil.

Saudades dos bons tempos do vinil.

 Era do vinil. Curiosidades O disco de vinil surgiu no ano de 1948, tornando obsoletos os antigos discos de goma-laca de 78 rotações – RPM (rotações por minuto) -, que até então eram utilizados. Os discos de vinil são mais leves, maleáveis e resistentes a choques, quedas e manuseio (que deve ser feito sempre pelas bordas). Mas são melhores, principalmente, pela reprodução de um número maior de músicas. Diferentemente dos discos antigos de 78 RPM – (ao invés de uma canção por face do disco), e, finalmente, pela sua excelência na qualidade sonora, além, é lógico, do atrativo de arte nas capas de fora.

A partir do final da década de 1980 e início da década de 1990, a invenção dos compact discs (CD) prometeu maior capacidade, durabilidade e clareza sonora, sem chiados, fazendo os discos de vinil ficarem obsoletos e desaparecerem quase por completo no fim do Século XX.

 Era do vinil. Curiosidades

No Brasil

No Brasil, o LP começou a perder espaço em 1992. Em 1993 foram vendidos no Brasil 21 milhões de CDs, 17 milhões de LPs e 7 milhões de Fita cassetes.

A partir de 1995, as vendas do LP declinaram acentuadamente em função da estabilização da moeda (consequência do Plano Real) e melhoria do poder aquisitivo da população. O que permitiu a população adquirir mídias musicais mais modernas. Artistas que pertencem a grandes gravadoras, gravaram suas músicas em LP até 1997. E aos poucos, o bom e velho vinil saía das prateleiras do varejo fonográfico, mas retornou, timidamente, no final da primeira década do Seculo XXI.

Apesar disso, alguns audiófilos ainda preferem o vinil, por ser um meio de armazenamento bem mais fiel que o CD. Existe também sites que vendem discos de vinil para os aficionados  como é o caso do PREFIRO VINIL. Visitei o site e achei bem legal. Antes de terminar vou citar outro grande achado, um blog dedicado ao vinil e a musica, boa musica, falo do SOM VINIL. Muito bom.

Mais Post legais do blog:

Cassino do Chacrinha bons tempos;

Amor sem fim um bela história de amor

Conte aos amigos sobre esse post!

Publicidade

Você pode gostar também

Sobre o autor: Eli Braz

Olá me chamo Eli e nasci nos anos 70. Curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar e compartilhar os bons momentos e fatos que marcaram época. Espero ser útil a todos com minha pesquisa e escrita.

2 Comentários

  1. Parabénsssssssssssssssss pelo blog. Ótimas informações de nossa época, inclusive para pesquisa. Continue com o seu trabalho sobre o Vinil. Você pode acrescentar imagens de vitrolas mais antigas. Já vi artistas famosos que tem lindas vitrolas com um grande acervo de discos. Abraços.

    1. Olá Cidinha, obrigado pelo incentivo. Fico feliz que tenha gostado. Futuramente vamos fazer sim uma e revisão de nossos posts e podemos é claro atender sua sugestão. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares