Scroll Top

Assine GRÁTIS nossa Newsletter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Curiosidades

Cultura popular dos anos 70

A década de 1970 viram a crise do petróleo que mergulhou os EUA em uma recessão econômica. Mas nem por isso devemos esquecer a cultura popular dos anos 70. O movimento Hippie teve seu auge e declínio, dando lugar ao movimento Punk. A Guerra do Vietnã chegou ao fim e os estadunidenses fazem sua autocrítica. O Brasil vive o pior período da ditadura e o começo do processo de abertura.

Cultura popular dos anos 70

Hippies, Vietnã e crise do petróleo

Cultura popular dos anos 70

Os Hippies continuavam com seus protestos pacíficos contra a Guerra do Vietnã, que terminou em 1975, com a derrota dos EUA, que já estava em recessão econômica devido à crise do petróleo, uma retaliação dos países árabes, membros da Organização os Países Exportadores de Petróleo (OPEP), pelo apoio do governo estadunidense a Israel na Guerra do Yom-Kippur, em 1973.

Com o fim do conflito no Vietnã, o movimento Hippie entra em declínio e o povo estadunidense começa a fazer a sua autocrítica, refletida em filmes como Amargo Regresso, O Franco Atirador e Apocalypse Now.

Cultura popular – Punk

Cultura popular dos anos 70

Na Inglaterra da década de 70, o desemprego estava alto, o que gerou um renascimento da política Anarquista, principalmente entre os jovens pobres. Esses jovens estavam desesperançados, não se identificavam com os Hippies e começaram a usar roupas rasgadas, cultivavam um visual agressivo, cabelos curtos ou de corte índio moicano, gestos debochado, um negativismo latente e chamavam a si mesmos de Punks.

Bandas como os Sex Pistols e The Clash, na Inglaterra; e Ramones, nos EUA, simbolizavam essa nova cultura que nascia e modificaria a música, o comportamento, o vestuário, e até a política. Sua influência dura até hoje.

No Brasil

O Brasil vivia o pior período da ditadura militar, os chamados “anos de chumbo”, com assassinatos, tortura e desaparecimentos de opositores do regime. Ao final da década de 70, começa a abertura política.

Entre os jovens, havia o chamado “desbunde”, sua versão do movimento Hippie que vai quase até o final da década. Músicos da MPB como Chico Buarque e Caetano Veloso retornam do exílio. A rede Globo de televisão se firma como a maior do país e as telenovelas se tornam parte da cultura brasileira.

Aliás, o termo “desbunde” é uma gíria usada nos anos 60 que servia para descrever quem abandonava a luta armada. Durante o governo militar também ganhou outro significado, o de quem vivia a contracultura, que era o contrário da cultura popular da época. Ou seja, aquelas pessoas que viviam conforme sua ideologia. Usavam cabelos longos, roupas coloridas e faziam o simbolo da paz.

Quer aprofundar mais na leitura sobre esta década? Sugiro estes outros posts aqui do Blog:

Movimentos culturais nos anos 70

Elvis Presley o mito dos anos 70

Tênis mais usados nos anos 70

Sobre o autor | Website

Funcionário publico, historiador e blogueiro por paixão. Nascido nos anos 70 curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar os bons momentos e fatos que marcaram época.

Gostou do Conteúdo?

Assine GRÁTIS nossa Newslleter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

5 Comentários

    Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
    entre em contato com o suporte.