Assine GRÁTIS nossa Newsletter e fique sempre atualizado. 

(É grátis!)

Curiosidades Eli Braz

Como eram tratadas as mulheres anos 70?

Hoje em dia as mulheres ainda precisam enfrentar uma verdadeira luta diária para conseguir se igualar aos homens em seus direitos e deveres. Afinal de contas, durante séculos e mais séculos de existência da humanidade, as mulheres viviam apenas como uma forma de dar suporte e apoio aos homens, e ganhavam mais relevância apenas na hora de dar à luz.

Ao longo dos últimos 100 anos, muitas coisas mudaram para as mulheres, sendo que no Brasil, uma das décadas mais marcantes, especialmente em termos de mudanças de vida das para as mulheres, foram os anos 70. Diversos direitos que elas conseguiram garantir nas décadas anteriores acabaram se consolidando nos anos 70. Mesmo assim, muita coisa ainda acaba resistindo as mudanças.

Como entram tratadas as mulheres anos 70

Na década de 70 as mulheres ainda tinham que ser muito fieis aos homens em todos os sentidos. Mesmo com muitas já trabalhando, a grande maioria acabava se contentando com o cargo de dona de casa e cuidadora dos filhos. Mesmo assim, ao longo da década de 70, a quantidade de mulheres que passaram a trabalhar nas ruas cresceu bastante.

Mais conteúdo para você:  Natal dos anos 70

Além disso, as mulheres ainda tinham que aguentar um relacionamento infeliz por muitos e muitos anos, mas durante os anos 70 acabam surgindo com mais frequência as primeiras mulheres divorciadas, mas ainda era algo bastante incomum para a época.

Em termos de trabalho, as mulheres começaram a assumir cargos de mais importância tanto dentro da empresa quanto também dentro nas carreiras públicas e políticas. Prova disso é que em 1979, Eunice Michilles, então representante do PSD/AM, tornou-se a primeira mulher a ocupar o cargo de Senadora, por falecimento do titular da vaga.

No mundo, as mulheres também passaram a se tornar destaques no esporte, ocupando postos que antes eram ocupados somente por homens. Mesmo assim, elas ainda não eram bem quistas no meio esportivo, praticamente dominado pelos homens. No ano de 1979, um grupo feminino de Judô brasileiro teve que se inscrever no campeonato sul-americano do esporte com nomes de homens, para que elas conseguissem sair do país com o objetivo de entrar na competição.

Sobre o autor | Website

Funcionário publico, historiador e blogueiro por paixão. Nascido nos anos 70 curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar os bons momentos e fatos que marcaram época.

Gostou do Conteúdo?

Assine GRÁTIS nossa Newslleter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.