Assine GRÁTIS nossa Newsletter e fique sempre atualizado. 

(É grátis!)

Musica Eli Braz

Cantor Amado Batista ídolo dos anos 70

Vindo da origem em que eu vim ele fez parte da minha história. Num bairro pobre de Aparecida de Goiânia no fim dos anos 70 até incio dos 80 ele reinava quase absoluto nas rádios AM/FM. Lembrei que nosso rádio não tinha FM, então a AM era o que mandava mesmo. Quem é da época se lembra bem disso. O cantor Amado Batista e suas músicas que hoje são tidas como bregas na época eram o sinônimo de romantismo. As mulheres adoravam. Cansava de ver minha mãe lavando roupas, no tanque que era de uso coletivo das várias famílias que moravam no lote, enquanto no rádio tocava Amado Batista.

Da origem e trajetória do cantor Amado Batista

Amado Rodrigues Batista, assim como eu é goiano. Nasceu na cidade de Catalão em 17 de fevereiro de 1951. Como grande parte dos brasileiros que chegaram lá, Amado Batista vem de origem humilde e tinha o sonho de vencer na vida pela música.

Aos 14 anos, foi para a capital e lá trabalhou em diversos ofícios, de faxineiro a balconista, chegando a subgerente de uma livraria. Em 70, aplicou suas economias comprando uma pequena loja de discos, conseguindo nos anos seguintes abrir mais três lojas na capital goiana. Nessa época já compunha e cantava, influenciado principalmente por Roberto Carlos, e foi representante de um pequeno selo de música regional, o Chororó. Por este selo conseguiu lançar seu primeiro compacto duplo em 1975, aos 26 anos. Mas foi no ano seguinte com a gravação de “Desisto” (com Reginaldo Sodré – seu parceiro constante e assistente de produção de seus futuros discos) que ele emplacou. (fonte: site oficial do cantor)

Claro que isso não foi fácil para ele e nem para ninguém que vence pelo trabalho. Mas sua persistência e musicas que falavam do dia-a-dia de pessoas do povo, o sucesso era questão de tempo. Aliás uma das grandes marcas do cantor Amado Batista é justamente isso. Quem é da mesma origem que nós ao ouvir uma música dele logo identifica na composição situações que poderiam muito bem ser reais. Esse é o grande mérito de suas composições.

Mais conteúdo para você:  Cantores de sucesso nos anos 80

Discos clássicos do cantor Amado Batista

Ao longo de seus 41 anos de carreira, gravou 39 discos sendo 28 inéditos, vendeu mais de 35 milhões de discos, recebeu centenas de prêmios, entre eles, 28 discos de ouro, 28 discos de platina e um de diamante.

cantor Amado Batista

fonte: Divulgação

Posso destacar entre tantos discos, com o risco de deixar de fora um bom disco, os seguintes:

  • Amado Batista (1975)
  • Canta o Amor (1977)
  • Sementes de Amor (1978)
  • O Amor não é só de Rosas (1979)
  • Um Pouco de Esperança (1981)
  • Sol Vermelho (1982)
  • Pensando em Você (1983)
  • Casamento Forçado (1984)

O mais bacana nessa história é que ele não é um artista que deve ser deixado no passado. Pelo menos aqui em Goiás ele tem sempre espaço, acredito que no Brasil inteiro também. Sua carreira que foi construída em bases sólidas e populares por isso continua bem ativa e exitosa. Quem curte o cantor Amado Batista deixa um eu nos comentários e diga de qual Estado é, blz?.

Mais conteúdo para você:  Grupo Dominó o Menudo brasileiro

Sobre o autor | Website

Funcionário publico, historiador e blogueiro por paixão. Nascido nos anos 70 curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar os bons momentos e fatos que marcaram época.

Gostou do Conteúdo?

Assine GRÁTIS nossa Newslleter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.