Anos 80 e o valor das coisas simples.

O Valor da simplicidade

Desculpem a demora! A final pessoas de nossa geração tem certa dificuldade de abrir mão de certas obrigações para ter tempo para escrever. É trabalho, família e outras coisas de valor que devem ser priorizadas, que quando se senta a frente do computador para escrever “dá branco”. Mas, em busca do tempo perdido, vamos lá. Vamos falar do valor que tinham as pequenas coisas de nosso dia-a-dia.

 Anos 80 e o valor das coisas simples. Curiosidades

Que tal  hoje matarmos saudades das coisas simples de nossa geração. Por exemplo, como quando masquei o “Boobaloo” pela primeira vez. Lembram disso? Antes só tinha “Ping e Pong” e “Ploc”. Alguém se lembra deles? Há claro que sim. Hoje numa era tão tecnológica e consumista, não damos tanta atenção a isso. Mas na época em que lançaram um chiclete com recheio liquido, foi uma coisa. Tinha toda uma expectativa para ganhar dinheiro do pai para comprar, sentar na calçada com os amigos e compartilhar a novidade.

 Anos 80 e o valor das coisas simples. Curiosidades

Aliás, o  que  mais fica latente no choque de gerações é justamente o rito de compartilhar, sentar para conversar. Não se vê isso mais. Isso tudo em volta de uma coisa simples, como chiclete. Pode parecer besteira analisar o lançamento de um chiclete, mas não é só isso. São os sentidos que damos a cada momento que vivemos na infância ou juventude.

O Bubbaloo é um chiclete fabricado pela Cadbury Adams, e lançado no Brasil e em demais países da América Latina em 1983. No início foi lançado o sabor de tutti-frutti e posteriormente foram adicionados na linha fixa uva, morango, hortelã. Boas lembranças.

Outra coisa que era bem legal era você mesmo gravar suas musicas, em K7. Eram anos de ouro para a musicas nacionais e internacionais. Com isso era uma febre de amigos que ficavam ligados nas rádios para gravar suas musicas favoritas. Com isso era comum ouvir também a voz do locutor tanto no inicio quanto no final da musica. Dava para editar, apagando mas não ficava bom porque se perdia parte da musica, mas os mais hábeis o faziam bem. Não era o meu caso.

 Anos 80 e o valor das coisas simples. Curiosidades Dados técnicos. O K7 era uma fita magnética para gravação de áudio lançado oficialmente em 1963, invenção da empresa holandesa Philips. Interessante do K7 e que trazia como inovação o fato de que O cassete era constituído basicamente por 2 carretéis, a fita magnética e todo o mecanismo de movimento da fita alojados em uma caixa plástica, isto facilitava o manuseio e a utilização permitindo que a fita fosse colocada ou retirada em qualquer ponto da reprodução ou gravação sem a necessidade de ser rebobinada como as fitas de rolo.

 Anos 80 e o valor das coisas simples. Curiosidades Falar de K7 sem falar do seu parceiro, muito cobiçado na época é injusto. Falo do Walkman, muito usado na cintura para levar as musicas onde estivesse. Um fenômeno! E não era para qualquer um. Eu demorei muito para ter um desses, mas valeu a pena. Dava um status danado. O termo Walkman também é utilizado para se referir a aparelhos portáteis similares de reprodução de áudio estéreo de outros fabricantes. Com sua chegada, costuma-se dizer que mudaram os hábitos musicais, uma vez que cada pessoa pode carregar e ouvir seus sons preferidos e, principalmente, sem incomodar outras pessoas.

Eu curti estes objetos e o significado que cada um deles deu a minha juventude. E vocês? Forte abraço e até breve.

Receba todas novidades do Blog em seu E-mail.

9 Comentários

  1. Alexandre

    Tenho saudade é das coleções que rolavam nos 80 / 90s …. ping pong pantanal, ping pong amazonia , fundo do mar, chocolate surpresa, etc…etc…etc… hoje em dia ….. não tem mais NADA disso ….. verdadeiro pé no saco pra quem adorava colecionar !

    • Obrigado pela visita, e suas lembranças.

  2. FLAVIO

    COM TODA CERTEZA ERAM ANOS REALMENTE INCRIVEIS

  3. william haddad

    se eu for enumerar as coisas que peguei nestes 56 anos que tenho juro ia dar uma postagem não simplesmente um pequeno comentário, mas creia a tua postagem foi legal saudades disso tudo

  4. Renata

    O meu lançamento favorito foi o do Babaloo banana – um chiclé cheio de sabor… Ê! Que recheeeeio… Babaloo banana que chegou!

    • Pois é Renata, boas lembranças né? Obrigado pela sua visita.

  5. Fernando

    Já dizia o tal de Albert Einstein, um dia a evolução tecnológica fará um mundo cheio de “bôbos”….nós que pegamos a transição do mundo real para o virtual seremos fundamentais para testemunhar isso. E acredito que virá, talvez em breve, a revolução na qual deixaremos de nos comunicar tanto pelos meios materiais, como internet, e sim o faremos telepaticamente…

  6. José Martins Capetine

    Anos 80, era bom curtir um cineminhas, porque os cinemas nos grades cinemas estava em alta. A minha turma curtia um Faroeste. Saudade dos anos 70,8o.

    • Eli Braz

      É amigo José Matins, cada época teve seus valores. Também sinto saudades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *