Scroll Top

Assine GRÁTIS nossa Newsletter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Curiosidades

Anos 80, brinquedos antigos e muita criatividade

Durante uma infância, nos anos 80, não muito afortunada, muitos colegas meus e eu, tínhamos que improvisar brinquedos para nos divertir. Para relembrar um pouco busquei em casa os materiais que usava na época para criar brinquedos. Claro usando muita imaginação, por que eu tinha que acreditar que aquilo era um carrinho, um boizinho e assim por diante. Como não achei material, fiz desenhos para ilustrar o Post, espero  que  dê pro gasto.

Brinquedos antigos que eu mesmo fazia.

Como sou filho de dona de casa e um funcionário público, não era sempre que podia ganhar brinquedos, apesar de todo o esforço deles. Reconheço e sou muito grato aos meus velhos. Eram tempos difíceis economicamente. Mas se por um lado tinha a dificuldade por outro havia várias outras compensações. Poder fazer seus brinquedos era estimulante e depois de prontos a sensação era muito boa, compensava o esforço.

Anos 70 brinquedos antigosDesculpem estava sem jiló para fazer um boizinho, então fiz um desenho, por favor usem a imaginação, e considerem meu esforço. Então, como não tinha daqueles caminhões que vinham com os bois na carroceria, eu mesmo fazia os meus para minha fazenda que estava no quintal. As pernas eram de palito de fósforo. Eu gostava deles, ainda mais quando tinha algum colega pra brincar na fazenda.

brinquedos antigos Anos 70

 Além dos bois como não tinha o transporte para eles. Novamente entrava em cena a criatividade, para sobrepor-se à dificuldade. Com uma caixa de sapato, uns pedaços de arame e um chinelo velho, fazia um caminhãozinho para levar meus bois. tudo meio rustico mas funcionava perfeitamente aos propósitos. Muita imaginação.

 

brinquedos antigos Anos 70

Esse foi meu companheiro por anos. Chamado aqui em Goiás de “estilingue”, era um dos meus brinquedos favoritos, apesar dos meus pais não gostarem muito. Mas, um pouco de adrenalina fazia parte, até na hora das chineladas. (Risos) Há que saudade! Com um estilingue e um bornal com pedras selecionadas, ficava horas nos lotes baldios e matas próximas caçando.

Quando não era isso, estava soltando “Raia” (como chamamos aqui em Goiás). O bom também eram as guerrinhas no ar , entre várias raias que estavam no céu. Às vezes elas estavam tão altas que não se sabia onde os outros garotos estavam. Quem não tinha sua raia ficava por conta de observar os céus e ver quem teria sua raia abatida, e correr, correr e correr muito para pegá-las. Isso antes do dono chegar.  Era muita adrenalina. Além, destas brincadeiras tinha também o jogo do Peão, bola de gude, finca e outros. São ótimas as lembranças da minha infância. E a de vocês amigos foi boa também? Quais os brinquedos antigos que vocês tinham?Anos 70 brinquedos antigos

Sobre o autor | Website

Funcionário publico, historiador e blogueiro por paixão. Nascido nos anos 70 curti toda minha adolescência nos anos 80 e 90. Agora gosto de relembrar os bons momentos e fatos que marcaram época.

Gostou do Conteúdo?

Assine GRÁTIS nossa Newslleter e fique atualizado. Não esqueça de confirmar sua inscrição quando solicitado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

8 Comentários

  1. Paulo disse:

    Fez me lembrar da minha infancia tambem nos anos 70!!

  2. LPK disse:

    Caro eli! Graças a deus nossas infancias foram boas, ganhavamos chineladas as vezes mas tinhamos limites e nem por isso éramos tristes. Sinto saudades das canelas roxas das peladas, caçar com arapucas ,fazer paraquedas com os super herois que vinham nas margarinas(tenho um ate hoje).Faziamos bicicletas e carrinhos de pau,e brincavamos literalmente de medico com a meninas sem qualquer preconceito ou malicia. Eu penso que nunca mais veremos isso novamente as crianças de hoje nao vivem, apenas existem(atrás de um tablet ,celular ou computador).Vou parar porque bateu a nostalgia–João.

  3. Marisa disse:

    … Boizinhos de batata ou chuchu, o que tivesse no dia. Não tinha grana para bonecas, então recortava as modelos das revista Cláudia, e brincava com bonecas de papel famosas. E o jogo “cinco marias” com pedrinhas, bolhas de sabão, cavalos de cabo de vassoura…

  4. Pois é Eli… Como é bom relembrar! Meus boizinhos eram feitos de batata e os porcos de maxixe todos com pernas de palito de fósforo, o trem de ferro era várias latas de sardinha amarradas com barbante uma atrás da outra e era usado para transportar areia, a pá mecânica era feita de sobra de ponta de caibro ou vigota usada nos telhados sendo a pá feita de lata de quitute ou de azeite, tinha braços de madeira e duas alavancas onde uma erguia o conjunto da pá e a outra fazia o movimento de encher ou despejar a areia, rolar pneu e tambor de 200 litros era divertido, principalmente quando você descia uma ladeira dentro deles, empurrar argola de ferro que vinha nos filtros de ar de trator com um arame curvado em u amarrado na ponta de um cabo de vassoura era hilário, fazia furos com prego em uma madeira bem dura, retirava o prego e colocava a pólvora de dois palitos de fósforo dentro deste buraco depois recolocava o prego e dava uma martelada nele para ouvir um grande estalo, recobrir a cabeça do palito de fósforos com papel alumínio bem enrolado e depois esquentar a mesma com fogo, pronto, lá se ia o pequeno foguete pelos ares, o tratorzinho que andava sozinho era feito utilizando um carretel de madeira que vinha com linha + um pedacinho de vela com um furo no centro + uma liguinha tirada de câmara de ar de bicicletas + um palito de fósforos + metade de um palito de fósforo. eu fazia pequenos dentes nas laterais do carretel que eram as rodas pare ele não patinar na areia!!, patinete, … porém o brinquedo feito por mim que mais eu gostava era um patins feito com quatro rodinhas de rolimã que eram afixadas em uma pequena tábua sobre as quais eu “preguei” um velho par de kichute…

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.