Anos 70 e os fatos de uma década

14
582
views

Numa breve  e não tão aprofundada retrospectiva dos anos 70, vamos lembrar alguns dos fatos que fizeram destes anos importantes. Você gosta de curiosidades sobre os anos 70? Bem, eu nasci em 1972 e vira e mexe me vejo pesquisando sobre a época.

Espero que gostem do resultado. Nós do Blog Anos 70 gostamos de escrever sobre essa década. Vamos lá?

Alguns acontecimentos podem ser bem conhecidos outros nem tanto. Para ficar melhor distribuído vamos dividir por tópicos,  a começar pela Ciência.

Em 1970 a União soviética pousa um satélite em Vênus;o alemão Paul Crutzen descobre a reação química dos óxidos de nitrogênio com o ozônio na estratosfera. Curioso isso? Humm…

Vamos continuar.

Anos 70 uma década de muitos acontecimentos

Na esfera dos inventos a Philips holandesa  e a JVC japonesa anunciam simultaneamente a criação de videocassete, que começaria a ser comercializado em 1972. O que marcou o inicio da distribuição em massa  de filmes, documentários…

Incrível isso!

Já a TV na década de 70 foi marcada por grandes avanços, as primeiras grandes conquistas técnicas da televisão no Brasil foram a transmissão em rede via satélite (1970 ) e a transmissão à cores (1972 ).25 de Janeiro de 1970, inauguração da TV Gazeta de São Paulo.

Em 31 de Março de 1972 acontece a primeira transmissão a cores com a Festa da Uva de Caxias, Rio Grande do Sul.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos
Apresentador Silvio Santos

Em janeiro de 1976 foi inaugura a TV Studios (TVS), no Rio de Janeiro. · Em Agosto de 1976, o “Programa Silvio Santos” deixa a Rede Globo, sendo o último ídolo popularesco a sair e passa a ser transmitido pela Rede Tupi e TVS (Rio de Janeiro).

Em 7 de Março de 1977, vai ao ar a versão feita pela Globo do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, transformada numa telenovela infantil. Foi a versão que alcançou maior audiência.

Politica e conflitos nos anos 70

Política: repressão militar no Brasil, guerra fria. No plano das relações entre EUA e a URSS, a guerra fria evoluiu para a política que visava manter as posições, evitar o confronto direto ou abrir novas frentes de confronto direto.

Embora fossem assinados acordos e tratados de não-proliferação de armas, os investimentos para a defesa e indústria bélica foram cada vez maiores, especialmente nos EUA, intensificando a corrida armamentista.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos
Campo de Batalha

Esta foi a década vitória dos vietcongues e do fim da guerra do Vietnã (1975). Da independência das últimas colônias portuguesas África-Angola, Moçambique e Guiné Bissau (1974-75)-, das revoluções nicaraguense e iraniana (1979). 

Durante anos, a Guerra do Vietnã provocara repercussões na sociedade americana. Ela ficou ainda mais abalada com o escândalo de Watergate – escândalo da invasão e espionagem na sede nacional do Partido Democrata no edifício Watergate, em Washington. Fato ocorrido em junho de 1972, envolvendo o governo e desmoralizando as instituições norte-americanas, e que levou à renúncia do presidente Nixon em 1974.

Em relação à guerra do Vietnã, crescera um sentimento antiguerra e eram constantes as ondas de protestos contra os violentos bombardeios, o recrutamento militar e a continuação da guerra financiada por bilhões de dólares liberados pelo Congresso.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos

Durante os anos  70, foi crescendo uma opinião pública que condenava os governos ditatoriais e racistas, bem como a corrida armamentista. e também o perigo da guerra e das usinas nucleares, a guerra do Vietnã, o apartheid na África do Sul e na Rodésia, a discriminação racial e sexual, a devastação dos recursos naturais do planeta.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos

Enquanto isso na América do Sul

Para a América Latina, esta década foi “uma história de exílios e exilados”. A reação das burguesias locais e internacionais, ao ascenso dos movimentos populares. E a eclosão das guerrilhas nos fins da década de 60 em várias partes do continente.

Foi uma sucessão de golpes de direita para a implantação de ditaduras militares em vários países do continente. Como Chile, Argentina, Uruguai, Peru, Bolívia. Os Estados Unidos, na sua condição de principal imperialista mundial, foram ativos protagonistas na instalação destes regimes.

Ditaduras e golpes

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos
General Pinochet

O golpe de Pinochet no Chile, no dia 11 de setembro de 1973, derrubando o governo de Salvador Allende. Que foi eleito em 1970 pela Unidade Popular (coligação de esquerda integrada por vários partidos chilenos) foi, sem dúvida, o mais duro exemplo.

As terríveis imagens são inesquecíveis: o estádio de futebol de Santiago repleto de presos políticos, os corpos boiando nos rios. A guerra instalada nas ruas e nas casas, 40 mil mortos, entre eles o presidente Allende. Assassinado dentro do Palácio de La Moneda.

O golpe militar foi chefiado pelo General Pinochet, apoiado pela CIA, pelas classes dominantes e setores das classes médias chilenas. O que encerrou o mito de o Chile ser o único país da América Latina sem intervenções militares. E a experiência de um governo democrático e popular chegado ao poder pela via eleitoral na América Latina.

Outras ditaduras militares foram implantadas na década. Na Bolívia, em 1971, o golpe militar de Hugo Banzer derrubou o governo de Juan José Torres. No Peru, em 1975, foi deposto Juan Vellasco Alvarado.

Na Argentina, uma sucessão de golpes e governos militares, intercalados pelos governos de Perón e Isabelita, levou, em 1976, ao governo a junta militar. Estai liderada por Jorge Videla, que praticou uma repressão considerada genocídio. Foram seqüestr0s, torturas, assassinatos e “desaparecimentos”, sumiços de opositores políticos e de seus filhos. Até hoje denunciados pelas “madres de Ia Plaza de Maio”.

No Uruguai, o governo de Juan Maria Bordaberry (que desde 1972 abriu caminho para a ditadura militar) foi deposto, em 1976. Um golpe militar que intensificou as perseguições políticas, situação que fez com que imensos contingentes de uruguaios abandonassem o país.

Todas essas ditaduras promoveram um período de grande repressão. Com crescimento das tensões sociais e de conflitos de difícil administração, apresentando grande instabilidade política.

Economia como causa de conflito

Nos últimos anos da década com o quadro da crise econômica e política do capitalismo internacional  levou ao crescimento dos conflitos sociais. E de movimentos contra as ditaduras militares nos países latino-americanos, tornou-se insustentável mantê-las.

As burguesias locais e os EUA, então sob o governo de Jimmy Carter, usando a retórica da “defesa dos direitos humanos”, passaram a apoiar a estratégia de substituição das ditaduras militares por governos civis. De tradição conservadora, claro, numa tentativa de impedir revoluções como a da Nicarágua.

Mais fatos  dos anos 70

Paralelamente à instalação das ditaduras militares na América Latina nos Anos 70, ocorria em outro lugar do mundo, na Indochina, um dos mais significativos fatos dos anos 70.

Em abril de 1975, uma gigantesca ofensiva vietcongue impunha a mais fragorosa derrota aos Estados Unidos e seus aliados. E punha fim a 20 anos de intervencionismo e guerra no Vietnã, a mais longa do século XX.

Quando as forças do Vietnã do Norte ocuparam finalmente Saigon, imagens de TV e fotos estampadas em todos os jornais registravam as cenas da retirada por helicópteros, no estilo salve-se-quem-puder, de soldados e cidadãos norte-americanos.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos
Revolução dos cravos, Anos 70

Europa

Enquanto isso, na Europa, também em meados da década de 70, uma nova conjuntura contribuiu, entre outros fatores, para pôr fim a velhas ditaduras fascistas. Como as de Portugal, Espanha e Grécia.

Em Portugal, em 25 de abril de 1974, uma revolta dos capitães do exército, liderada pelo general Antônio Spinola, deu início à “Revolução dos Cravos” (conseqüência do desgaste com a guerra colonial na África), depondo o governo do primeiro-ministro Marcelo Caetano e encerrando a ditadura salazarista, a mais antiga da Europa.

África e Oriente Médio

Em 1974-75, as últimas colônias africanas (Guiné, Angola e Moçambique) conquistavam a sua independência. E implantavam governos de cunho socialista. Na Grécia, também em 1974, caía a ditadura instalada em 1967.

Na Espanha, em 1975, a morte do generalíssimo Franco dava fim à ditadura franquista iniciada em 1939. Assumindo o poder o príncipe Juan Carlos de Bourbon.

No Oriente Médio, aprofundou-se o conflito árabe-israelense. No centro dos conflitos, a questão candente do povo palestino. Intensificaram-se as lutas da OLP (Organização para a Libertação da Palestina) lideradas por Yasser Arafat, pelo reconhecimento dos direitos dos palestinos.

Ao se aproximar do fim da década, em 1979, todas as atenções estavam voltadas para dois grandes acontecimentos: as revoluções iraniana e nicaraguense.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos

Desde 1978, havia no Irã, um amplo movimento popular com a participação de milhões de pessoas. Liderado pelo Aiatolá khomeini, exilado em Paris e líder dos muçulmanos xiitas, punha em marcha um movimento de oposição ao governo do Xá Reza Pahlevi. Ele era da monarquia instalada no país desde 1925.

Em janeiro de 1979, gigantescas manifestações ocupavam Teerã, obrigando o xá a deixar o país, e recebiam triunfalmente o Aiatolá khomeini, que voltava para assumir o poder.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos

Fatos dos anos 70 na América Central

A Revolução Sandinista da Nicarágua, liderada pela Frente Sandinista de Libertação Nacional. Movimento guerrilheiro cujo nome homenageia Augusto César Sandino, líder guerrilheiro que lutou contra a dominação norte-americana entre os anos 20 e 30.

Derrubaram o ditador Anastácio Somoza. Pondo fim a uma das mais antigas e sanguinárias tiranias da América Central (a família Somoza tomou o poder em 1936 através de um golpe apoiado pela Guarda Nacional e pelos EUA).

Culminando numa longa tradição de lutas. A ofensiva sandinista deu-se em junho de 1979 quando provocou uma greve geral de protesto contra o regime de Somoza. Que se transformou numa insurreição popular em todo o pais. Somoza foi obrigado a refugiar-se em Miami.

Os Sandinistas assumiram o poder, iniciando a construção de um novo país e enfrentando, nos anos seguintes, todos os tipos de boicotes e todas as formas de agressões norte-americanas.

 Anos 70 e os fatos de uma década Curiosidades Fatos

Nem todos os fatos dos anos 70 estavam ligados a revoluções e golpes de Estado.

Ainda bem!

Em 1972 a empresa norte-americana US Intel Corporation produz o primeiro microprocessador. O inglês Godfried Hounsfield constrói o primeiro scanner.

Em 1973 a França constrói o primeiro avião supersônico,o Concorde. Em 1974 Sherwood Rowland e Mario Molina demonstram que as emissões de CFC podem danificar a camada de ozônio.

O escocês Stephen Salter projeta a primeira central maremotriz. Já em 1975, nos Estados Unidos, a empresa Commodore fabrica em grande escala o computador pessoal.

Bem, esses foram alguns dos acontecimentos que tornaram a década de 70 tão incrível.

Espero ter sido realmente útil. Caso tenha alguma observação deixe nos comentários.

Valeu!

14 COMENTÁRIOS

  1. […] Anos 70, uma turma de alunos com idade de 14 ou 15 anos, rapazes e moças. Um professor de história, que já tinha uma interessante história por detrás. Aulas de história geral, onde os alunos que segundo uma determinada análise eram convidados para freqüentar  primeiro sua casa e depois uma organização já famosa no país. […]

  2. Gostei muito das lembranças que vieram a tona neste documentário, mas, acho que ficou faltando algo. Falou-se muito dos golpes. Aqui no Brasil, o pau quebrou e não se comentou. Mas tudo bem,as melhores músicas do Roberto, foram gravas nos anos 70.

  3. Realmente quem viveu nessa época pode dizer que foi bom, mas penso eu que as épocas são para quem vive nelas, hoje os jovens curtem outros tipos de coisa, mas nessa época éramos muito cobradas em se tratando de moda, hoje em dia quem dita a moda é voce ou seja o que o seu bolso pode comprar. Estamos na era do pode tudo, vale tudo, é bom para os jovens que nela estão, mas para nós que conhecemos os anos 70 valeu muito a pena, mas sinceramente curto pra caramba essa moda de agora. E voce, não?

    • Bem, agradeço sua participação em nosso Blog. Nós não temos opinião sobre a moda atual e também não podemos confirmar se hoje era tão diferente de ontem quando a cobrança de estar na moda, cremos que a cobrança existia/existe conforme cada época e circunstância. Mas afinal a moda é que deve servir as pessoas e não ao contrário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here